“Violação de Domicílio” (2004), do diretor italiano Saverio Costanzo, é o tema de nosso 86º Encontro Virtual Cinematógrafo e Saladearte, neste sábado, 29 de maio, às 16h, como sempre, via Google Meet. Em pauta, a questão palestina.

Participe! Inscreva seu email para receber os links especiais, os acessos às salas virtuais e participar das conversas! OS EMAILS são entregues toda quarta-feira. Abaixo, a Nota dos Curadores.

Nossos encontros virtuais são abertos e gratuitos. Em 2021, eles acontecem sempre aos sábados. Os filmes indicados são assistidos com antecedência e são temas de nossas conversas! Para participar e receber por email os links especiais e as infos de nossos encontros virtuais, cadastre-se! OS EMAILS são entregues toda quarta-feira:

Dúvidas? Entre em CONTATO conosco.


NOTA DOS CURADORES

Sinédoque do real e a resistência possível – POR Fabricio e Mel, cineastas e curadores do Cinematógrafo

Os gestos revelam uma maneira de habitar o mundo, um modo de ser em relação com a realidade e com o outro, com impacto no real. Em “Violação de Domicílio” (2004), filme de estreia do diretor italiano Saverio Costanzo, o drama minimalista e intenso se constitui como um gesto de cinema que se expressa como sinédoque (figura de linguagem que pode expressar o todo pela parte) da questão palestina. Mas não só uma sinédoque.

O gesto é também o tema do filme. Mohammad, sua esposa e seus cinco filhos e filhas são uma família palestina que, sob permanente tensão, moram numa casa grande e isolada, que fica nas proximidades de uma aldeia palestina situada, por sua vez, em uma zona ocupada por Israel. Uma noite, soldados israelenses invadem a casa da família e ocupam o andar de cima, instalando ali um regime de opressão.

O drama minimalista, de estética quase documental, pode ser visto como uma sinédoque do conflito Israel Palestina, mas, ao mesmo tempo, é um drama cruamente realista que traduz, literalmente, situações reais e concretas enfrentadas por famílias palestinas.

A presença e a violência crescente dos soldados que ocupam a casa recrudescem as tensões entre os membros da família, que divergem em ideias e sentimentos sobre como enfrentar a situação. Os gestos de cada um refletem o ideal na ordem inóspita do real, que põe em conflito as paixões (o medo, a raiva) e os princípios e valores (a dignidade, o significado da vida).

Em “Violação de Domicílio”, mais do que uma sinédoque, a casa é a própria terra, o gesto singular é o acontecimento político, a família de Mohammad é o povo palestino. Resistir é existir.


PARTICIPE!

Assista ao filme até sábado (29/mai) e participe do nosso 86º Encontro Virtual Cinematógrafo e Saladearte. Os curadores Mel e Fabricio vão introduzir a conversa e depois abrir à participação do público. Venha compartilhar suas impressões conosco.

Inscreva seu email para receber os e-mails de nossos encontros, com links e infos. Os e-mails são entregues nas quartas-feiras e os encontros acontecem sempre nas tardes de sábado. A participação é gratuita, aberta a contribuições voluntárias.

ENCONTROS VIRTUAIS

Os Encontros Virtuais Cinematógrafo e Saladearte, em 2021, passam a acontecer nas tardes de sábado, sempre às 16h. Os encontros vêm acontecendo desde o início da quarentena, sempre com um filme diferente sugerido pelos curadores do Cinematógrafo, os cineastas Camele Queiroz e Fabricio Ramos, e que pode ser visto online, em casa, a qualquer hora antes do encontro. As conversas acontecem via Google Meet e são participativas. A ação é gratuita, aberta e não tem fins comerciais.

Acompanhem o Instagram e Facebook do Cinematógrafo para ficar por dentro de nossa programação de Encontros Virtuais, que acontecerão durante todo o período em que as salas de cinema precisarem ficar fechadas por conta do distanciamento social necessário para conter a disseminação do coronavírus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s