[Atualizado em 15.5]: “Leonera” (2008) é o filme tema de nossa conversa deste sábado (22.5), no 85º Encontro Virtual Cinematógrafo e Saladearte, às 16h, como sempre, via Google Meet.

Participe! Inscreva seu email para receber os links especiais, os acessos às salas virtuais e participar das conversas! OS EMAILS são entregues toda quarta-feira. Abaixo, a Nota dos Curadores.

Nossos encontros virtuais são abertos e gratuitos. Em 2021, eles acontecem sempre aos sábados. Os filmes indicados são assistidos com antecedência e são temas de nossas conversas! Para participar e receber por email os links especiais e as infos de nossos encontros virtuais, cadastre-se! OS EMAILS são entregues toda quarta-feira:

Dúvidas? Entre em CONTATO conosco.


NOTA DOS CURADORES

Em “LEONERA”, prevalece a intensidade do drama e a suspensão de nossos julgamentos morais – Por Fabricio e Mel, cineastas e curadores do Cinematógrafo.

Em “Elefante Branco” (2012), filme que foi tema de nosso 48º Encontro Virtual, o diretor argentino Pablo Trapero mostrava a “Cidade Oculta”, favela de Buenos Aires. Em “Leonera” (2008), o cenário é o sistema prisional, espaço geralmente ocultado, invisibilizado socialmente, exceto em circunstâncias excepcionais. Mais ainda quando se trata de mulheres presas.

‘Leonera’ significa o lugar dos leões, ou a jaula das leoas. No filme, Julia (Martina Gusman) é uma jovem mulher de classe média ou alta que acaba envolvida na cena de um crime brutal. Ela é acusada, sob circunstâncias não esclarecidas (ela não se lembra bem do que aconteceu), de assassinato, e acaba presa. Entretanto, um fato novo em sua vida força um redirecionamento das energias de Julia.

Embora de narrativa fragmentária, “Leonera” não é um filme de enigmas e de tramas. O esforço de Trapero é justamente o de mostrar. Ficamos sabendo pouca coisa acerca da vida de Julia e de suas relações e condições de vida. Prevalece a intensidade do drama e a suspensão de nossos julgamentos morais diante da vivência de uma mulher presa, de história incerta e em luta para se reinventar a partir de uma experiência extrema, ao mesmo tempo limitante e dadivosa!

Sem apelos melodramáticos nem estéticos, a ênfase do filme é no desenvolvimento de Julia e, aos poucos, aparece o que talvez seja a temática mais fundamental do filme. Mas este é assunto para a nossa conversa no 85º Encontro Virtual do Cinematógrafo!


PARTICIPE!

Assista ao filme até sábado (22/mai) e participe do nosso 85º Encontro Virtual Cinematógrafo e Saladearte. Os curadores Mel e Fabricio vão introduzir a conversa e depois abrir à participação do público. Venha compartilhar suas impressões conosco.

Inscreva seu email para receber os e-mails de nossos encontros, com links e infos. Os e-mails são entregues nas quartas-feiras e os encontros acontecem sempre nas tardes de sábado. A participação é gratuita, aberta a contribuições voluntárias.

ENCONTROS VIRTUAIS

Os Encontros Virtuais Cinematógrafo e Saladearte, em 2021, passam a acontecer nas tardes de sábado, sempre às 16h. Os encontros vêm acontecendo desde o início da quarentena, sempre com um filme diferente sugerido pelos curadores do Cinematógrafo, os cineastas Camele Queiroz e Fabricio Ramos, e que pode ser visto online, em casa, a qualquer hora antes do encontro. As conversas acontecem via Google Meet e são participativas. A ação é gratuita, aberta e não tem fins comerciais.

Acompanhem o Instagram e Facebook do Cinematógrafo para ficar por dentro de nossa programação de Encontros Virtuais, que acontecerão durante todo o período em que as salas de cinema precisarem ficar fechadas por conta do distanciamento social necessário para conter a disseminação do coronavírus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s