Nesta quarta, dia 24/ago, vamos ao nosso 127° Encontro Virtual Cinematógrafo e Saladearte! Os encontros virtuais se mantém, quinzenalmente, nas noites de quarta, sempre abertos e gratuitos. A dinâmica é participativa, com condução dos curadores, os cineastas Mel e Fabricio. O assunto, desta vez, é o filme canadense “As Invasões Bárbaras” (2003), de Denys Arcand. Inscreva seu email para receber os links especiais, os acessos às salas virtuais e participar das conversas!

Confira a NOTA DOS CURADORES sobre o filme, mais abaixo.

Os filmes indicados são assistidos com antecedência e são temas de nossas conversas! Para participar e receber por email os links especiais e as infos de nossos encontros virtuais, cadastre-se! OS EMAILS são entregues no domingo anterior ao encontro.
Dúvidas? Entre em CONTATO conosco.

📒 NOTA DOS CURADORES

Apesar dos temas duros, “As Invasões Bárbaras” é um filme sobre amizade, amor e anseio de vida num ocidente em transformação – Por Mel e Fabricio

Em “As Invasões Bárbaras”, o diretor quebequense Denys Arcand reconvoca, dezessete anos depois, as personagens de seu aclamado filme “O Declínio do Império Americano”, para um reencontro de despedida de Rémy, historiador idealista de esquerda, de inteligência sagaz e incurável senso de humor, que enfrenta uma doença terminal.

Rémy é um professor que se expressa com paixão, sem prescindir de um sentimento de indignação típico da geração da revolução silenciosa canadense. Inconformista, pressente a sensível “invasão bárbara” (alegorizada pelos atentados de 11 de setembro), prenúncio dos declínios de todos os impérios. Em contraste com seu filho, um investidor da bolsa que vê no dinheiro um modo de vida, refugia-se no humor irônico diante das derrotas do mundo e numa alegria cativante e controversa ao redor da qual orbitam seus velhos amigos.

A rejeição esquerdista de Rémy diante da atitude Yuppie do filho, ao tempo que produz o conflito entre ambos, enseja também a aproximação ambígua e terna entre pai e filho, de mundos tão diferentes num mesmo mundo. Tal conflito desloca o tema central de “O Declínio do Império Americano”, cujo enfoque recai sobre a sexualidade de um grupo de amigos na plenitude de suas vidas, para os temas espiritual da finitude e moral e ética da eutanásia.

Apesar dos temas duros, “As Invasões Bárbaras” é um filme sobre amizade, amor e anseio de vida num ocidente em transformação, oscilando entre o colapso cíclico dos impérios dominantes no teatro da história e o espaço dos sonhos políticos que, se não se realizam, inebriam a vida.

– Por Mel e Fabricio, cineastas e curadores do Cinematógrafo.


📌 nossos encontros virtuais são abertos e gratuitos.

Participe do nosso 127º Encontro Virtual Cinematógrafo e Saladearte! Os encontros virtuais são uma ação que viemos realizando desde o início da pandemia, mas que ganharam dinâmica própria e continuam, mesmo com a retomada das sessões presenciais. Os curadores Mel e Fabricio vão introduzir a conversa e depois abrir à participação do público. Venha compartilhar suas impressões conosco.

Inscreva seu email para receber os e-mails de nossos encontros, com links e infos. Os e-mails são entregues nos domingos e os encontros acontecem nas noites de quarta-feira, quinzenalmente. A participação é gratuita, aberta a contribuições voluntárias.

Dúvidas? Entre em CONTATO conosco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s