“Educação Sentimental” (2013), de Júlio Bressane, é o filme tema do 81º Encontro Virtual Cinematógrafo e Saladearte, que acontece neste sábado (17), às 16h, como sempre, via Google Meet.

Participe! Inscreva seu email para receber os links especiais, os acessos às salas virtuais e participar das conversas! OS EMAILS são entregues toda quarta-feira.

Nossos encontros virtuais são abertos e gratuitos. Em 2021, eles acontecem sempre aos sábados. Os filmes indicados são assistidos com antecedência e são temas de nossas conversas! Para participar e receber por email os links especiais e as infos de nossos encontros virtuais, cadastre-se! OS EMAILS são entregues toda quarta-feira:

Dúvidas? Entre em CONTATO conosco.


 

NOTA DOS CURADORES

Por fabricio e mel, cineastas e curadores do Cinematógrafo

“Não é a razão que conduz a vida, mas o hábito”. Em “Educação Sentimental” (2013), Júlio Bressane, um dos maiores nomes do cinema, parte da mitologia grega, passeia pela filosofia e o pensamento sobre a “natureza humana” e elabora uma experiência artística que desafia os nossos hábitos mentais, intelectuais e, em especial, sentimentais. O cinema de Bressane é, em si mesmo, um desafio ao hábito mental, talvez no sentido dado por Hume, mas também no sentido de expressão de inconformismo estético.

No filme, o mito da paixão proibida de Endimião e a deusa Selene, representação grega da Lua, aparece através da relação de uma mulher mais velha, Áurea (Josie Antello) com um jovem pupilo (Bernardo Marinho), aludindo ao tema clássico da literatura, cuja expressão mais conhecida é o romance homônimo de Gustave Flaubert. Este queria escrever a história moral de sua geração, de meados do século XIX. Bressane, por sua vez, apenas alude a Flaubert, mas faz uma obra de tons atemporais, cujos temas transitam do telúrico ao cósmico, da crítica social à Poesia e à Dança.

A civilização do trabalho “empedrou o coração dos homens”. Os hábitos do pensamento ocultaram o mistério do cotidiano. Nós, curadores, sugerimos que o espectador tenha paciência, que suspenda ou se desagarre das expectativas habituais sobre a experiência de ver um filme. Bressane não nos seduz com uma trama, não apela à nossa emoção. Fiel à sua concepção de cinema – “O Cinema é a música da luz”, ele costuma citar – o que vemos em “Educação Sentimental” é uma dança de imagens, texto e som que nos inspira, nos intervalos da razão, sensações sobre a vida, o cinema e a arte.

Júlio Bressane é já um monstro sagrado do cinema brasileiro e internacional, pouco dado à celebração, entretanto. Desde 1965 vem realizando uma cinematografia vasta e variada, desde a fase do Cinema Marginal, a sua parceria com Rogério Sganzerla na Belair, suas viradas literárias com filmes inspirados em Camões e Machado de Assis e uma marca singular que oscila, de filme a filme, entre deboche, invenção e erudição. “Triste de quem gosta de um filme”, já ouvimos Bressane dizer. Talvez porque, na vida ou no cinema, não se trata apenas de gostar, mas – talvez Bressane concorde – de gozar! A cada filme seu, um gozo conflituoso, um gaio saber, uma experiência única, um inconformismo que dança.


PARTICIPE!

Assista ao filme até sábado (10/ABR) e participe do nosso 80º Encontro Virtual Cinematógrafo e Saladearte. Os curadores Mel e Fabricio vão introduzir a conversa e depois abrir à participação do público. Venha compartilhar suas impressões conosco.

Inscreva seu email para receber os e-mails de nossos encontros, com links e infos. Os e-mails são entregues nas quartas-feiras e os encontros acontecem sempre nas tardes de sábado. A participação é gratuita, aberta a contribuições voluntárias.

ENCONTROS VIRTUAIS

Os Encontros Virtuais Cinematógrafo e Saladearte, em 2021, passam a acontecer nas tardes de sábado, sempre às 16h. Os encontros vêm acontecendo desde o início da quarentena, sempre com um filme diferente sugerido pelos curadores do Cinematógrafo, os cineastas Camele Queiroz e Fabricio Ramos, e que pode ser visto online, em casa, a qualquer hora antes do encontro. As conversas acontecem via Google Meet e são participativas. A ação é gratuita, aberta e não tem fins comerciais.

Acompanhem o Instagram e Facebook do Cinematógrafo para ficar por dentro de nossa programação de Encontros Virtuais, que acontecerão durante todo o período em que as salas de cinema precisarem ficar fechadas por conta do distanciamento social necessário para conter a disseminação do coronavírus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s