O nosso 97° Encontro Virtual (neste sáb, 21 de ago) contará com a presença do convidado especial Adolfo Gomes, que é crítico de Cinema, curador e programador, além de um grande conhecedor da arte cinematográfica, com especial devoção pela obra de Robert Bresson.

“A Grande Testemunha” (Au hasard Balthazar, 1966) é o sétimo filme de Bresson, que ocupa uma posição central em sua filmografia. Nele, o itinerário artístico do cineasta se condensa e se expande, a um só tempo, num filme complexo e simples: reflexões morais e pessoais, o tema do amor pela natureza e pelos animais, questões acerca do sentido da vida e indignação diante de comportamentos humanos. Balthazar, o burrinho, é a grande testemunha disso tudo.

Robert Bresson, aliás, é o cineasta cujo pensamento inspira o nome de nossa iniciativa: Cinematógrafo. Para Bresson, autor de uma espécie de breviário sobre a sua concepção de cinema – “Notas do Cinematógrafo” – o cinema não é um espetáculo, mas um escritura. Ele passou a diferenciar cinema, que permanece limitado em relação às suas possibilidades artísticas, de Cinematógrafo, a expressão radical da arte cinematográfica, retornando à sua vocação e às suas raízes.

Participe! Inscreva seu email para receber os links especiais, os acessos às salas virtuais e participar das conversas! OS EMAILS são entregues toda quarta-feira. Abaixo, a NOTA DOS CURADORES.

📌 nossos encontros são abertos e gratuitos.


 

Adolfo escreveu um texto especialmente para o nosso encontro:

📒 De Adolfo Gomes:

Filósofo, pintor eventual e, au hasard (ao acaso), cineasta: Robert Bresson, um dos maiores artistas e pensadores franceses do século passado, por vezes espelha a trajetória de seus personagens, como o Michel de “Pickpocket”, cuja trajetória atribulada e improvável até Jeanne, tem a aura de uma ressurreição.

Em “A Grande Testemunha”, Bresson inaugura uma nova fase do seu olhar. O reino do desencanto com o homem. Aqui, a autoconsciência e a racionalização demasiada só resultam em ganância, na malícia e no arrivismo. Para escapar a esse círculo infernal, ele busca um olhar puro para restituir a esperança e a fé, nem que seja apenas como exemplo – à semelhança de Cristo.

Então, Bresson escolhe um burrinho, da juventude à velhice, para nos purificar. Todo o mal incide sobre o corpo desse ser que permanece incólume às nossas ações menos honrosas. As marcas do tempo, do abandono e da violência se fazem sentir em Balthazar. Mas nada disso compromete sua pureza. Neste sentido, acompanhar sua via crúcis, é uma nova chance de reflexão para o espectador. Resta saber de quantos sacrifícios precisaremos até mudarmos nossa relação com os outros e com a natureza.

▪️Adolfo é crítico de Cinema filiado à Abraccine, curador de importantes Festivais no Brasil, foi programador da Sala Walter da Silveira.


 

PARTICIPE!

Assista ao filme até sábado (14/ago) e participe do nosso 96º Encontro Virtual Cinematógrafo e Saladearte. Os curadores Mel e Fabricio vão introduzir a conversa e depois abrir à participação do público. Venha compartilhar suas impressões conosco.

Inscreva seu email para receber os e-mails de nossos encontros, com links e infos. Os e-mails são entregues nas quartas-feiras e os encontros acontecem sempre nas tardes de sábado. A participação é gratuita, aberta a contribuições voluntárias.

Dúvidas? Entre em CONTATO conosco.

ENCONTROS VIRTUAIS

Encontros Virtuais, presenças reais!

Os Encontros Virtuais Cinematógrafo e Saladearte vêm acontecendo desde o início da pandemia, sempre com um filme diferente sugerido pelos curadores do Cinematógrafo, os cineastas Camele Queiroz e Fabricio Ramos, e que pode ser visto online, em casa, a qualquer hora antes do encontro. As conversas acontecem via Google Meet e são participativas. A ação é gratuita, aberta e não tem fins comerciais.

Acompanhem o Instagram e Facebook do Cinematógrafo para ficar por dentro de nossa programação de Encontros Virtuais, que acontecerão durante todo o período em que as salas de cinema precisarem ficar fechadas por conta do distanciamento social necessário para conter a disseminação do coronavírus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s