Sessão Cinematógrafo de maio (sáb, 28) apresenta “As Harmonias de Werckmeister”, de Béla Tarr. Confira Nota dos Curadores

"As Harmonias de Werckmeister" (2000), do húngaro Béla Tarr, nos atinge a consciência, mas provoca, sobretudo, a imaginação. Sessão única seguida de roda de conversa, neste sábado (28), às 16h, no Cinema do Museu (na Vitória). Confira a nossa nota sobre o filme.

[Virtual] O nosso 121º Encontro Virtual (quarta, 18/mai) é sobre “Indomável Sonhadora”. Confira a nota:

Nesta quarta, dia 18/mai, vamos ao nosso 121° Encontro Virtual Cinematógrafo e Saladearte! Os encontros virtuais se mantém, quinzenalmente, nas noites de quarta, sempre abertos e gratuitos. A dinâmica é participativa, com condução dos curadores, os cineastas Mel e Fabricio. O assunto, desta vez, é “Indomável Sonhadora” (2012), um conto de aguda crítica social que se harmoniza com o realismo fantástico.

Programação de maio do Cinematógrafo: Tati, Béla Tarr, mostra de Ozu, Finho e Matinê imperdíveis e mais

Programação geral de maio dos encontros Cinematógrafo na Saladearte.

Yasujiro Ozu é o nome do Cine Cineasta de maio! Quatro obras do mestre japonês entre os dias 14 e 22

O Ciclo Ozu do Cine Cineasta começa, no primeiro fim de semana, com “Pai e Filha” (1949) e “Era Uma Vez em Tóquio” (1953), considerada sua obra-prima. No seguinte, vamos ver “Bom Dia” (1959) e “A Rotina Tem Seu Encanto” (1962), o último filme de Ozu.

[Virtual] O nosso 120º Encontro Virtual (quarta, 4/mai) é sobre “Meu Tio Antoine”, obra-prima de Claude Jutra. Confira a nota:

Nesta quarta, dia 4/mai, vamos ao nosso 120° Encontro Virtual Cinematógrafo e Saladearte! Os encontros virtuais se mantém, quinzenalmente, nas noites de quarta, sempre abertos e gratuitos. A dinâmica é participativa, com condução dos curadores, os cineastas Mel e Fabricio. O assunto, desta vez, é “Meu Tio Antoine” (1971), obra-prima de Claude Jutra, um dos nomes mais importantes do cinema canadense.

[Virtual] O nosso 119º Encontro Virtual (quarta, 20/abr) é sobre “Viva Zapata”, clássico de Elia Kazan. Confira a nota:

Nesta quarta, dia 20/abr, vamos ao nosso 119° Encontro Virtual Cinematógrafo e Saladearte! Os encontros virtuais se mantém, quinzenalmente, nas noites de quarta, sempre abertos e gratuitos. A dinâmica é participativa, com condução dos curadores, os cineastas Mel e Fabricio. O assunto, desta vez, é “Viva Zapata” (1952), clássico político de Elia Kazan.

“Canção do Oceano”, animação graciosa inspirada na mitologia celta, é o filme do CinematograFinho de abril, sáb, dia 9. Terá Sorteio!

Um filme encantador, gracioso para todas as idades, e que passa uma mensagem sobre família, a partir do universo da tradição e mitologia celtas. Vai ter sorteio!!!

Werner Herzog é nome do Cine Cineasta de abril Entre os dias 9 e 19, o ciclo exibe cinco obras do cineasta alemão, todas com Klaus Kinski.

Werner Herzog, diretor que escreveu e dirigiu mais de sessenta filmes de ficção e documentários, é o nosso cineasta de abril. A admiração de Herzog pelo cinema Novo brasileiro se revela em seus próprios filmes. Cinco de suas obras, que revelam uma das parcerias mais lendárias do cinema, serão exibidas no Circuito Saladearte entre os dias 9 e19 deste mês. Todas coma. participação de Klaus Kinski.

[Virtual] O nosso 118º Encontro Virtual (quarta, 6/abr) é sobre “Abre los Ojos”, inberiante filme de Alejandro Amenábar. Confira a nota:

Nesta quarta, dia 6, vamos ao nosso 118° Encontro Virtual Cinematógrafo e Saladearte! Os encontros virtuais se mantém, quinzenalmente, nas noites de quarta, sempre abertos e gratuitos. A dinâmica é participativa, com condução dos curadores, os cineastas Mel e Fabricio. O assunto, desta vez, é “Abre Los Ojos” (1997), do diretor chileno-espanhol Alejandro Amenábar.

“Vergonha”, de Bergman, é o filme do Cinematógrafo de março. Sessão única (sáb, 26), no Cine MAM. Breve nota:

Em “Vergonha”, a guerra se torna uma presença cuja violência produz a degradação do comportamento e a deterioração das relações entre as pessoas e delas com o mundo e consigo mesmas... Sessão única, sábado, dia 26 de março, às 16h, no Cine MAM.