No nosso ciclo Hitchcock, que começa no dia 10, vamos ver seis obras do mestre do suspense, começando com duas de suas brilhantes obras-primas! A Programação:

Quem rege o Cine Cineasta de setembro/outubro é Alfred Hitchcock! Ao longo de seis décadas, Hitchcock realizou 50 longas-metragens, dentre os quais, vários se tornaram clássicos do cinema.

Autor de um cinema provocativo carregado de drama psicológico e inquietude moral, Hitchcock ganhou o título de “Mestre do Suspense”. Sua obra, marcada pelo extremo rigor formal, domínio técnico e grande emotividade, mobiliza paixões secretas no público, embalada por assassinatos, trocas de identidades, um sutil voyeurismo, obsessões e… psicoses.

Hitchcock Não foi sempre reconhecido. De início, a crítica americana desdenhava de seu êxito comercial, atitude cínica e histórias consideradas menores. Foi sobretudo os jovens críticos e cineastas da Nouvelle Vague francesa que, primeiro, alçaram a obra hitchcockiana a outro patamar.

Éric Rohmer e Claude Chabrol (ambos já tiveram seus ciclos em nosso Cine Cineasta) escreveram o livro “Hitchcock” em 1955. Já François Truffaut, em 1962, conversou com o mestre por muitas horas, o que resultou no livro “Hitchcock/Truffaut”. Ambas as obras enaltecem a filmografia do cineasta como uma das maiores obras autorais da história do cinema.

Atualmente, Hitchcock é um dos cineastas mais vistos e estudados, e seus filmes são considerados expressões máximas da arte cinematográfica, que refletem, direta ou simbolicamente, sobre conflitos psicológicos, aspectos da condição humana e o próprio cinema.

No nosso ciclo Hitchcock, vamos ver seis obras do mestre do suspense, começando com duas de suas brilhantes obras-primas! A Programação:

📌CINE DATEN PASEO:

10/set – Sábado, 10h, no Cine Daten Paseo:
“UM CORPO QUE CAI” (Vertigo, 1958)

11/set – Domingo, 10h, no Cine Daten Paseo:
“INTRIGA INTERNACIONAL” (North by Northwest, 1959)

📌CINEMAM

17/set – Sábado, 10h, no CineMAM:
“JANELA INDISCRETA” (Rear Window, 1954)

18/set – Domingo, 10h, no CineMAM:
“PSICOSE” (Psycho, 1960).

Em outubro, virá “Os Pássaros” e mais uma surpresa para fechar a breve mostra. Ao longo do ciclo, vamos postando em nossas redes as informações detalhadas sobre cada sessão e filmes. Aliás, cada sessão é única. Não percam!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s