📌 Sessão única: SÁBADO, 24 de setembro, às 16h, na Saladearte – Cinema do Museu, Corredor da Vitória. Sessão seguida de roda de conversa.

A Sessão Cinematógrafo de setembro (dia 24) exibe, em sessão dupla, “A Ascensão” (1977), obra-prima da cineasta ucraniano-soviética Larisa Shepitko, precedida do curta “Larisa” (1980), um belíssimo tributo feito pelo cineasta Elem Klimov (“Vá e Veja”), marido de Larisa à época de sua prematura morte, apenas aos 41 anos, em 1979, vítima de um acidente de carro enquanto pesquisava as locações para seu filme seguinte.


📒 NOTA DOS CURADORES

… O realismo inicial de “A Ascensão” vai abrindo espaço a um crescente tom de profunda espiritualidade, que nos remete aos momentos mais sublimes da Literatura de Dostoiévski, do Cinema de Dreyer ou da poesia romântica. – Por Mel e Fabricio

O poderoso impacto que “A Ascensão” (1977) causa em nós provém de uma das mais profundas forças da experiência do cinema: o poder da identificação. Aqui, identificação se refere ao nível mais profundo da sensibilidade estética e existencial – o nível moral que se expressa na nossa relação com a transcendência através de valores e princípios que dão sentido à vida e orientam o nosso sentido de dignidade.

A guerra e seu indefinível poder de aniquilação brutal de corpos e espíritos é o pano de fundo para uma reflexão moral atemporal. Dois Partisans russos (guerrilheiros que aderiram à luta armada contra a ocupação nazista na Rússia) se separam de seu grupo para buscar mantimentos. Sob um rigoroso inverno, eles têm dois encontros narrativa e dramaticamente definidores para a reflexão central do filme: um, com um senhor colaboracionista e, outro, com uma mãe em luta para cuidar de seus filhos pequenos. Capturados, enfim, pelos nazistas, os dois Partisans enfrentam agora a dura escolha de sobreviver ou morrerem para manterem vivos seus princípios e valores mais caros.

Larisa Shepitko, contudo, narra esse conto moral realizando uma obra-prima de impactante composição visual, em que o drama concreto da guerra se interioriza nos próprios personagens, devastados pelos conflitos de consciência impostos pela guerra. Sob tais circunstâncias extremas, é impossível salvar ao mesmo tempo o corpo e o espírito. O horror da guerra no mundo se traduz no drama devastador da guerra interior entre o valor da fidelidade, o desespero da traição, a rendição ao colaboracionismo e a luta pela sobrevivência no nível mais básico. A vontade de viver conflitua, num mesmo coração, com a inclinação humana à transcendência.

O realismo inicial de “A Ascensão” vai abrindo espaço a um crescente tom de profunda espiritualidade, que nos remete aos momentos mais sublimes da Literatura de Dostoiévski, do Cinema de Dreyer ou da poesia romântica. O filme é baseado no livro “Sotnikov”, de Vasily Bykov, que Larisa leu enquanto convalescia num conturbado momento de sua breve vida. Inspirada, sentiu uma “necessidade física” de compreender o sentido e a complexidade da vida diante da morte. Seu último filme é a expressão do êxito de uma genialidade trágica e precocemente interrompida.

Por Fabricio e Mel, curadores do Cinematógrafo.


O CINEMATÓGRAFO

A nossa programação é mensal, com diferentes ações que incluem mostras de grandes nomes do cinema, programas inclusivos para crianças, sessões Cult e de Comédia, além do Cinematógrafo, esta sessão, a sessão raiz voltada para filmes contemporâneos que evoquem assuntos do mundo atual, ligados à arte, à política e à vida mesma, com sessões seguidas de conversa, no Café do Cinema do Museu, conduzida pelos curadores.

O nosso esforço é o de incentivar uma relação de confiança e de descoberta entre o público e a curadoria, feita pelos cineastas Camele Queiroz e Fabricio Ramos, e expandir as relações com o cinema a partir de cada filme apresentado, tomando o cinema como instância de fruição, pensamento e crítica, além de uma espaço de encontro, formação e diálogo crítico. Participem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s