Os nossos encontros virtuais Cinematógrafo alcançaram ontem (11/9/2021) a marca de 100 encontros!

Desde o início da pandemia, com o fechamento das salas de cinema, tivemos que nos adaptar: desconfiados, iniciamos a experiência virtual em parceria com o Circuito Saladearte!

O que aconteceu e vem acontecendo é a formação de um ambiente incomum nas redes: um grupo heterogêneo (de frequentadores assíduos e eventuais) que não só permite, mas valoriza o dissenso e o pensamento livre, convertendo as diferenças em estímulo para as conversas sobre os temas mais delicados e difíceis, que vão desde o terreno da filosofia e de questões sociais e culturais, até os problemas da conturbada cena política do país. Fácil não é. Mas a experiência tem sido vibrante e transformadora.

E-BOOK Volume 2

É o que revela o E-BOOK volume dois, prestes a ser lançado por participantes do grupo que organizaram um segundo volume de mais de 100 páginas e que reúne textos de vários deles sobre a experiência dos encontros virtuais e ainda historiciza toda a trajetória do Cinematógrafo Virtual! Um trabalho editorial bonito e criterioso, que nos toca profundamente. Coisa única!

Os encontros se tornaram, então, espaço de convívio, ambiente de criação de amizades entre pessoas que sequer se conheciam, lugar de companhia criado em um período de isolamento, e um evento aberto de discussão e pensamento livre sobre o mundo e a vida, a partir do cinema.

Temos muitas pessoas a agradecer, embora nem saibamos como. Desde cada participante, cujas presenças dão sentido e existência ao Cinematógrafo. Ao Circuito Saladearte, parceiro permanente e crucial na realização dos encontros. Aos cineastas e outros convidados especiais que trocaram uma ideia com o público. Olha quantos: Edgard Navarro, Cristina Amaral, Daniel Aragão, Cláudio Marques e Marília Hughes, Luciana Burlamaqui junto com Sophia Bisiliat, Bernard Attal junto com Elson Rosario e Vladimir Brichta, e Bernard convidou Abdehamane Sissako junto com Kessen Tal para o encontro sobre Timbuktu. O Poeta Wilson Pereira. O Fotógrafo Rogério Ferrari. O crítico Adolfo Gomes. Os poetas do Grupo Hera, representados por: Trazíbulo Henrique, Roberval Pereyr, Washington Queiroz e, uma vez mais, Wilson Pereira. Obrigado pela companhia!

Agradecemos em nome do público do Cinematógrafo! E ao próprio público do Cinematógrafo. Sigamos! Os encontros são gratuitos e abertos à participação de quem quiser. A cada encontro, um filme, a cada filme, um CINEMA.

Participe!

Inscreva seu email para receber os links especiais, os acessos às salas virtuais e participar das conversas! OS EMAILS são entregues toda quarta-feira. Os encontros acontecem nas tardes de sábado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s