Confira a Programação presencial do mês de março no Cinematógrafo: tem o ciclo SERGIO LEONE no Cine Cineasta; no CULT, tem “Donnie Darko”; “Zelig”, de Woody Allen, é o filme do Clube da Comédia; tem Ingmar Bergman no Fão; o Cinematografinho traz uma envolvente animação uruguaia. E o Fifito tem uma sessão especial de curtas!


CINEMATÓGRAFO PRESENCIAL EM MARÇO

CINE CINEASTA: ciclo Sergio Leone.

O nome de março é Sergio Leone (e, claro, Ennio Morricone), com o Cine Cineasta apresentando a Trilogia dos Dólares e o épico “Era Uma Vez no Oeste”. Sessões nas manhãs de dois fins de semana (sáb e dom), no Cine MAM, começando no dia 12/3 (sábado):

No Cine MAM: “Por Um Punhado de Dólares” (1964): dia 12 (sáb), 10h. I  “Por Uns Dólares a mais” (1965): dia 13 (dom), 10h. I “Três Homens em Conflito” (1966): dia 19 (sáb), 10h.  I  “Era Uma Vez no Oeste” (1968): dia 20 (dom), 10h.


CULT: Doonie Darko

Nas noites de suas segundas-feiras, dias 14 e 21, vamos ver “Donnie Darko” (2001), filme de Richard Kelly, com Jake Gyllenhaal e Drew Barrymore no elenco. Filme que já ganhou um lugar especial no coração de uma pequena legião de fãs, se passa na década de 1980, fala do fim do mundo e mistura ficção científica espiritualidade e angústia juvenil. Sessões às 20h, no Cine Daten (Shopping Paseo Itaigara).


CLUBE DA COMÉDIA: Zelig

“Zelig” (1983), de Woody Allen, passa em duas quintas-feiras, dias 17 e 31 de março, sempre às 19h, no Cine Daten, Shopping Paseo Itaigara. O Filme é um pseudodocumentário protagonizado pelo próprio Woody Allen que é Zelig, um homem camaleônico que tem a capacidade de mudar sua aparência para agradar aos outros. Participam do filme figuras como Susan Sontag e Saul Bellow, nos papeis de si mesmos.


CINEMATOGRAFINHO: “Anina”

Do diretor uruguaio Alfredo Soderguit. Anina é uma menina que estuda em uma escola primária de Montevidéu. Ela tem uma melhor amiga, mas não se dá nada bem com a colega Yisel, com quem tem uma briga feia e acaba recebendo uma suspensão. Durante esse período, a menina comenta a sua vida: os pais, as refeições, as vizinhas fofoqueiras, seus sentimentos, alegrias e medos.

“Com uma animação de especial beleza, que integra perfeitamente o movimento dos personagens com fundos dignos de livros ilustrados para crianças (Anina se baseia no livro Anina Yatay Salas, de 2003), esta simpática animação tem o sabor do artesanal e também o de um lanche feliz e quente em uma tarde chuvosa.”

(o trecho em aspas é uma livre tradução baseada na sinopse de Javier Porta Fouz, na ocasião da 15º BAFICI – Buenos Aires).

Versão com idioma original (espanhol) e com legendas em português, especialmente trabalhadas para favorecer a leitura das crianças. Sessão única no dia 19 (sábado), às 15h, no Cine MAM.


CINEMATÓGRAFO: “Vergonha”

“Vergonha”, de Ingmar Bergman, foi lançado em 1968, quando a guerra do Vietnã escalava para o seu ápice, sob o comando de Lyndon Johnson. Bergman declarou que não se trata de um “filme político”, mas o drama, filmado na Ilha de faro, retrata – através da vida de um casal – a desintegração da humanidade na guerra. Sessão única no Cinematógrafo, dia 26 (sáb), às 16h, no Cine MAM.


FINHO MATINÊ: sessão especial de curtas

O Fifito, na manhã do domingo (dia 27), traz um programa especial: seis curtas interessantíssimos, nacionais e internacionais, que prescindem de legendas.A sessão conjunta dura, no total, 55 minutos. Será às 10h30, no Cine MAM.

Vamos ver:

La Luna” (6 min, 2011) conta a história de um garoto que vai trabalhar com seu pai e avô pela primeira vez. Em um velho bote, avançando em direção ao mar e sem terra à vista, eles param e esperam. Uma grande surpresa o aguarda quando descobre o peculiar trabalho de sua família.

Caminho dos Gigantes” (12 min, 2016): Em uma floresta de árvores gigantescas, Oquirá, uma menina indígena de seis anos, vai desafiar seu destino e aprender a entender o ciclo da vida.

Alike” (8 min, 2015):   Em uma vida agitada, Copi é um pai que tenta ensinar o caminho certo para seu filho, Paste. Mas… qual é o caminho correto?

Josué e o pé de Macaxeira” (12 min, 2009): Ao trocar seu burro por uma”macaxeira mágica”, Josué descobre que não são apenas feijões que podem nos levar a uma aventura fantástica.

Inner Working” (7 min, Disney, 2016): a história de um cara, que precisa acordar e ir para o trabalho, mas a história é contada mostrando o ponto de vista dos órgãos. Então, enquanto ele acorda, vemos o cérebro pegando no tranco e acionando os outros órgãos para fazer as suas devidas funções.

Primavera” (8 min, 2016): a história de uma pastorinha e seu cachorro, que enfrentam espíritos ancestrais para dar continuidade ao ciclo da vida. Este curta-metragem poético e visualmente deslumbrante foi escrito e dirigido por Andy Goralczyk, inspirado em sua infância nas montanhas da Alemanha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s