O encontro com a participação do diretor Abderrahmane Sissako e da roteirista Kessen Tall foi mediado pelos curadores do Cinematógrafo, os cineastas Fabricio Ramos e Camele Queiroz, foi gravada e pode ser conferida no vídeo:

 

O encontro é participativo. Para se inscrever, preencha o formulário: clique aqui.

TIMBUKTU-superJumbo

Dos curadores fabricio ramos e camele queiroz

Abderrahmane Sissako, cineasta Mauritânio que migrou para o Mali, é autor de algumas sutis obras-primas como “A vida Sobre a Terra”, “À espera da felicidade” e “Bamako”.

“Timbuktu” (2015), um de seus últimos trabalhos (até aqui) em longa metragem, figura como uma das mais belas obras entre essas sutis obras-primas.

Grupos fundamentalistas islâmicos se apoderaram da cidade de Timbuktu (patrimônio cultural da humanidade pela UNESCO), no Mali, por alguns meses, estabelecendo um regime que causa medo e a apreensão na pequena população da região e que proíbe, entre outras coisas, a música e o futebol.

Os líderes islâmicos locais questionam a interferência autoritária e a violência do grupo extremista. É uma marca de Sissako: em seus filmes, nada é dado, cada história se refere também à História e cada obra é estruturada como um drama espiritual no meio da paisagem social e cultural, drama atravessado pelo colonialismo e por questões do mundo contemporâneo na África, mas abrangendo – sem nunca prescindir da poesia – as esperanças e desilusões de todos os povos que enfrentaram a dominação e o saqueio.

p06yyxn5

“Timbuktu”, indicado para o Oscar de melhor filme estrangeiro, é um um filme de movimento, de paisagens, de ventos, de tragédia. Mas é também um filme de vida, de amor e cumplicidade até o fim, um drama sobre a busca de um sentido para a vida que faça frente ao ódio e à violência.

Vamos conversar sobre o filme de Abderrahmane Sissako no nosso 17º Encontro Saladearte Daten e Cinematógrafo, nesta quarta (10), às 19h30, através do Google Meet.

Link especial para ver o filme* (com legendas em português). Acesse: Timbuktu Filme.

*A visualização do filme “Timbuktu” fica acessível neste link somente até a próxima quinta-feira (11/jun).

Para receber por email os links de nossos encontros, cadastre seu email: clique aqui.  e/ou acompanhe as nossas redes sociais no Instagram e Facebook.

20200607_113601_0000-1

OS ENCONTROS SALADEARTE DATEN e CINEMATÓGRAFO

cropped-cinematocc81grafo-virtual-geral.jpeg

Enquanto as sessões do Cinematógrafo no Circuito de Cinema Saladearte estão suspensas por conta do distanciamento social imposto pelo coronavírus, a Saladearte Cine Daten, junto com os curadores do Cinematógrafo – os cineastas Camele Queiroz e Fabricio Ramos – vão promover encontros virtuais para conversar sobre filmes que serão propostos e podem ser vistos online.

A cada semana, os curadores indicarão nas redes sociais do Cinematógrafo e do Circuito Saladearte um filme para ser visto online, em casa! Os bate-papos virtuais sobre os filmes acontecem sempre aos sábados (16h) e às quartas (19h30), na plataforma Google Meet, com mediação dos próprios curadores. A dinâmica é participativa.

O público interessado pode se cadastrar no breve formulário online para receber por email o link de acesso aos encontros virtuais: acesse o formulário.

Ou acompannhar no Instagram e Facebook do Cinematógrafo a programação durante toda o período em que as salas de cinema precisarem ficar fechadas por conta do distanciamento social necessário para conter a disseminação do coronavírus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s